Rios e Cascatas

Este circuito foi elaborado para ocupar 1 dia saindo de Álvaro por volta das 10h com regresso por volta das 20h. Aconselhamos o uso de óculos de sol e protector solar. Também é conveniente levar binóculos para poder melhor explorar as paisagens. Para o almoço poderá escolher um dos restaurantes existentes nas diversas localidades que vai passar: Pampilhosa da Serra; Orvalho ou Fajão. Após o pequeno almoço na Casa dos Hospitalários, faça-se à estrada em direcção à Pampilhosa da Serra (à saída da aldeia corte à esquerda). Logo mais abaixo na Ponte de Álvaro aprecie a vista que se obtém da Aldeia de Álvaro que parece estar empoleirada no cimo da montanha formando uma linha de casario. Siga em frente e logo após ter subido a montanha, no fim da estrada vire à direita em direcção à Pampilhosa da Serra e vá apreciando a paisagem.

1  Pampilhosa da Serra - É sede de concelho e se pretender pode visitar a Igreja Matriz e as magnificas piscinas na ribeira. Local mágnifico onde pode e deve passar algum do seu tempo. No concelho existem diversos locais a visitar entre Aldeias do Xisto e outras atracções. 2  Aldeia do Xisto de Fajão - Esta é uma aldeia localizado no meio da montanha e que tem diversas casas recuperadas com Xisto à vista.

Estacione o carro e dê a volta à aldeia e visite o museu. Pode visitar a Loja das Aldeias do Xisto e ficar a conhecer produtos regionais e artesanato. Visite o Museu. 3  Barragem de Sta. Luzia - Dependendo por onde veio pode observar a fantástica paisagem deslumbrante dos dois miradouros situados um de cada lado da barragem.  

4 Parque de Merendas e Miradouro do Mosqueiro - Chegando a Orvalho, na rotunda saia em direcção ao Fundão e logo depois corte à sua esquerda para subir ao monte onde está construído o parque de merendas do Mosqueiro. Aqui pode ver toda a circundante deste monte: avistar o rio Zêzere, a Serra da Estrela e as diversas povoações à sua volta. Este monte já esteve debaixo de água há muitos milhões de anos.  

Pode observar uma rocha onde existem vestígios fossilizados de espécies animais aquáticas. Leia a informação presente no local para mais informações. Este local é óptimo para um piquenique ou simplesmente para passar um bom bocado com as crianças que podem brincar nos diversos brinquedos em madeira. Após a visita, volte à rotunda e siga em direcção a Orvalho centro.                                              

5  Cascata Fraga d'Alta - É um Geomonumento do parque Internacional Naturtejo classificado pela UNESCO como património da natureza. Nos semáforos corte à direita e depois ao encontrar uma capela siga pela rua do seu lado esquerdo. Siga sempre na estrada até encontrar a indicação de Cascata Fraga d'Alta.  

O serpenteante Vale das Fragosas surge-nos numa curva da estrada de Orvalho, pouco depois de passar o cabeço cónico da Senhora da Confiança.
Junto das excelentes fontes existentes à beira da estrada, um miradouro natural permite-nos admirar a muralha quartzítica que se ergue de um bosque denso por onde o Ribeiro de Água d'Alta desaparece.
Tem duas opções:
  

- Seguir na estrada alcatroada até à cascata podendo ver a mesma da parte superior
- Cortar à direita na indicação conforme foto em cima e seguir por estrada de terra e visitar a cascata pela parte inferior. Pelo som forte da água a cair, adivinham-se as cascatas da Fraga de Água d'Alta. São 50m de desnível vencidos por uma sucessão de três véus de água turbulentos e crepitantes.

Vale a pena descer o caminho assinalado em busca deste oásis onde ainda abunda o folhado (viburnum tinus). A herança morfológica desta região resultou na quartzítica Serra do Moradal, sobranceira a uma área deprimida na mancha dos xistos e grauvaques, onde a erosão mesocenozóica mais se faz sentir.

Os metaquartzitos são rochas extremamente difíceis de desmontar por erosão, formando relevos residuais de dureza que imperam, sob a forma de extensas muralhas naturais, na paisagem do Geopark.No entanto, a sequencia sedimentar não é homogénea do ponto de vista da sua composição. As bancadas quartzíticas, que aqui inclinam mais de 50º para leste numa estrutura homoclinal, por vezes atinjem metros de espessura, alternando com uma sucessão de camadas decimétricas de xistos e quartzitos. Nestas alternâncias de material menos resistente à acção da água e aproveitando o desnível pré-existente, deu-se uma erosão diferencial gerando 3 degraus litógicos que impõem uma sucessão de outras tantas quedas-de-água. A maior delas cai vertical de uma altura de 15m. longas dezenas de milhar de anos decorrerão, nas condições climáticas actuais, até que o Ribeiro de Água d'alta regularize com as suas águas os 3 relevos estruturais e possa alcançar o seu perfil de equilíbrio.